Dança Irlandesa
Muitos ja ouviram falar do sapateado irlandês do Riverdance e do famoso Lord of the Dance e de varios outros grupos e danças irlandesas, porem suas origens e sua evolução é desconhecida de muita gente.

Confira um pouco mais sobre as danças Irlandesas.

A história da dança irlandesa:
Dança IrlandesaA história da dança irlandesa é por parte fruto de constantes deslocamentos de tribos e povos, através de migrações e invasões chegavam a irlanda. Cada um desses povos trouxeram consigo suas varias formas de danças e músicas. Há poucas referências sobre o surgimento das danças irlandesas, mas há evidêncis que as origens dessas danças remotam os tempos dos Druidas, quando os antigos povos Celtas faziam danças circulares em festivais e comemorações religiosas da epoca, curiosamente suas influencias estão presentes até hoje nas ” Ring Dances”. Quando os celtas chegaram na Irlanda, provenientes da Europa Central há mais ou menos dois mil anos, eles trouxeram consigo suas danças próprias que contavam acontecimentos de sua cultura. Há relatos das danças irlandêsas cerca de 400 dC, depois da conversão de parte daqueles povos ao cristianismo, os novos sacerdotes adaptaram o estilo pagão de ornamentação para produzir seus manuscritos, enquanto os camponeses mantiveram as qualidades de sua música e dança.
Dança IrlandesaA conquista Anglo-normanda no século XII, trouxe costumes da cultura Normanda para a Irlanda. A “Carol” era uma dança popular dos Normandos em que o líder cantava ao centro cercado por um círculo de dançarinos, que repetiam a mesma canção. Esta dança foi executada varias vezes nas conquistas Normandas sobre as cidades irlandesas.
Dança IrlandesaTrês principais danças irlandesas são mencionados com muita freqüência nos escritos do século XVI: o “Irish Hey”, “Rinnce Fada” (dança de comprimento) e o Trenchmore. Uma das primeiras referências à dança é, em uma carta escrita por Sir Henry Sidney para a rainha Elizabeth I em 1569. “Elas são muito bonitas, magnificamente vestidas e seus bailarinos são de primeira classe”, escreveu Sidnei quando via as meninas dançando entusiasmadas o “Irish jigs” em Galway.
Sydney passou a descrever a formação da dança, observando os dançarinos em duas linhas retas que sugere que eles estavam realizando uma primeira versão da “Rinnce Fada.
Durante meados do século XVI, as danças foram realizadas em grandes salões nos castelos recém construídos. Algumas das danças foram adaptadas pelos invasores ingleses no seculo XVI que levaram a dança irlandesa para a corte da Rainha Elizabeth. Uma dessas danças era a “Trenchmore”, que era uma adaptação de uma velha dança camponesa, popular na irlandesa. A partir desse período um outro estilo de dança chamado “Hey” se tornou popular, onde as dançarinas dançavam em torno de seus parceiros, esse estilo é o precursor da dança “Reel” de hoje.
Quando o Rei James desembarcou em Kinsale, no condado de Cork, em 1780, ele foi bem recebido pelos dançarinos. Três pessoas ficaram lado a lado, cada um segurando as extremidades de um lenço branco. Diante de músicas lentas eles foram seguidos por casais dançando, cada par, segurando um lenço entre eles. O ritmo da música aumentou e os bailarinos realizaram uma variedade de coreografias animadas.
Os Mestres da dança irlandesa.
Durante o século XVIII, varios professores ou mestres da dança como eram conhecidos surgiram na Irlanda. Eles viajavam de vila em vila, com o objetivo de ensinar a dança para os camponeses. Os mestres da dança eram personagens extravagantes que usava roupas requintadas e brilhantes, organizavam grupos para manter o interesse dos seus alunos menos dotados e dar-lhes a oportunidade de apreciar a dança.
Cada mestre de dança tinha seu próprio distrito e nunca invadia o território de outro mestre. Eles quando se reuniam em feiras e festas, desputavam entre se em um concurso de dança meio ao público que só terminava quando um deles caia de cansaço.
Dança Irlandesa
Várias versões da mesma dança surgiram em diferentes partes da Irlanda, desta forma, uma rica herança de danças irlandesas foi criada e modificada ao longo dos séculos. Hoje, jigs, reels, hornpipes, sets, half sets, polkas e uma espécie de sapateado, performados individualmente ou em grupo são estilos realizados na Irlanda, Europa e no Mundo.
Os trajes usados pelos dançarinos irlandeses de hoje são baseados nas roupas do passado. Cada escola de dança tem o seu traje de dança própria e distinta. Vestidos são baseados nos vestidos de camponesas irlandesas de 200 anos atrás. A maioria dos vestidos e das roupas são adornados à mão com bordados de desenhos celtas
Hoje em dia existem muitas organizações promovendo a dança irlandesa. Crianças, adolescentes e adultos participam de competições promovidas por tais organizações, há também competições coletivas e individuais, onde são classificados por faixa etária .
Dança Irlandesa
Existem campeonatos de dança em todas as quatro províncias da irlanda, e os vencedores destes concursos provinciais são qualificados para o Campeonato que reune os melhores da Irlanda. O Campeonato Mundial é realizada em Dublin, na Páscoa, onde os dançarinos da Inglaterra, Irlanda, EUA, Canadá, Austrália e Nova Zelândia competem para o título Mundial.
O sucesso mundial do musical “Riverdance” de Bill Whelan, e o conjunto “Lord of the Dance ” colocou a dança irlandesa na cena internacional. Escolas de Dança na Irlanda estão hoje cheias de jovens alunos interessados em imitar e aprender os estilos de dança que trouxeram aclamação internacional.
As Danças Irlandesas no Brasil.
Dança IrlandesaAs dasças Irlandesa também estão presentes no Brasil, por aqui se encontram varios grupos aque apresentam maravilhosos espetaculos de dança iralndesa como por exemplo, a Academia Banana Broadway criada em 1997 em Campinas que organiza o Festival Celta Brasil , a Dora Smeke em São Paulo e tambem com a Leticia Pires no Kika Tap Center em São Paulo .É isso ai galera, até a próxima, espero que tenham gostado da postagem, comentem, deixem suas opiniões e se puder siga o blog nas mídias sociais.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.